King Lobão: a ascensão do Jiu Jitsu em Angola

King Lobão

Escrito por Nico Ball

Click here for English

A falta de treino viagens e competições em 2020 me deu mais tempo para conectar algumas das pessoas no Jiu Jitsu que eu admiro e que acompanho há um tempo. Se ainda não reparou, é cada vez maior o número de atletas angolanos a chegar aos pódios em todo o Mundo.

Se você for curioso o suficiente talvez se sinta inclinado a seguir alguns desses atletas pelas redes sociais de volta a Angola, no sul da África.

Sua capital Luanda é o lar de um pequeno número de atletas de Jiu-Jitsu, mas um número surpreendentemente grande de eventos altamente organizados. Tudo isso graças a um homem chamado King Lobão. Ele deu alguns passos importantes na indústria do Jiu-Jitsu que passaram despercebidos pela maioria da comunidade BJJ.

 Walter "King Lobão" Faustino

Em nossa entrevista, o King Lobão explica como foi a vida em Angola e como ele conseguiu escapar de uma carreira na Engenharia para se tornar o investidor nº 1 na indústria do jiu-jitsu angolano.

Guerra e Jiu Jitsu na Angola

Call of Duty: Pyrrhic Victory, Angola

A maioria das pessoas não sabe que Angola ainda está se recuperando de uma terrível guerra civil. Em Call of Duty Pyrrhic Victory, poderá avistar o conhecido senhor da guerra Jonas Samvimbi a invadir o interior de Angola. A guerra terminou em 2002, 40% do país vivendo abaixo da linha da pobreza.

A guerra resultou em uma série de fatores socioeconômicos que impedem os atletas de serem atletas, e a estrutura governamental também não ajuda. O fato de que o jiu-jitsu brasileiro acabou sendo classificado federalmente no Jiu-Jitsu tradicional, que é mais parecido com lutas de rua em estradas de terra do que eventos prestigiosos da UAEJJ, não ajudou em nada.

Esta classificação do governo é confusa do ponto de vista americana, mas um detalhe chave, especialmente para os “favelados “de Luanda, que tem que dar um jeito com o menor parte de salário mínimo miserável R550.

Jiu-jitsu só era abraçado por uma franja da sociedade que tinha poder de compra

Em nossa entrevista, King Lobão deixou claro que Estava falando sobre realidades sociais muito diferente, uma diferença abismal. Tem muita gente que quer treinar, mas não pode por causa do preço.

Não estou falando do poder de compra americano, como onde todos vão para happy hour com amigos e temos TVs de tela plana montadas nas paredes. Estou falando sobre as pessoas que sobreviveram a uma guerra civil com várias empregadas domésticas, vários motoristas e vários guardas de segurança.

O futuro do jiu-jitsu na Angola

Walter Rubens Faustino nasceu em 1987 em Luanda, Angola. Conquistou o seu primeiro título de Campeão do Mundo na faixa roxa em 2012 em Abu Dhabi, estreou a sua primeira equipe Matilha BJJ em 2013 e realizou o seu primeiro evento em 2017 juntamente com a inauguração do Studio 123, um dos maiores investidores no desporto angolano indústria.

Walter "King Lobão" Faustino

Faustino, conhecido por seu povo como King Lobão, não é o cara que apresentou o esporte ao país nem nada assim. O Jiu-Jitsu Brasileiro foi sustentado desde o seu início por pioneiros no esporte como Helio Pereira (Gracie Barrie), Sergio Lopes (Z1 Academy), Nevajo Abrantantes (Gf Team) e Master Pakissi (GF Team Angola).

Não estou ligada sobre seu status de motorista, mas nosso King Lobão, definitivamente tinha sua vida configurada para ele.

Walter "King Lobão" Faustino Faixa Roxa

“O que é normal? A norma aqui para um estudante universitário é terminar a graduação e ir direto para o trabalho. Esse é o sonho da maioria das pessoas, certo? Era o meu sonho também, deixar a escola e conseguir um emprego na minha área, mas aí … Estou um pouco louco. ”

Lobão era um estudante universitário de engenharia em uma faculdade particular, cuja mensalidade era de 3x o salário mínimo.

Em 2009, quando ele introduziu o jiu-jitsu na mistura, seus pais não ficaram muito impressionados. Principalmente, quando o “pequeno hobby” de Walter começou como uma forma de complementar seu judô, se transformou em uma paixão que o levou a renunciar ao contrato de sua universidade com uma petroleira.

Ele teria feito a transição sem problemas da faculdade para um emprego bem remunerado em um setor que contribui com mais de 50% do PIB do país.

Em vez disso, ele optou por tirar um ano de seus estudos. Um ano se transformou em dois, e depois dois anos se transformaram em múltiplos empreendimentos comerciais que o impediriam de retornar ao campo da engenharia indefinidamente.

Durante seu hiato de seu caminho predestinado, Walter entrou na correria, treinando 7 dias por semana, 3x por dia nos durante a semana. Ele estava comendo, dormindo, treinando, viajando e competindo. Sua dedicação em combinação com suas conexões lhe rendeu patrocínios, e seu conhecimento financeiro fez esse dinheiro valer.

Boston USA

“Foi uma meta que me propus. Eu gostaria de treinar forte e ser capaz de competir em alto nível ”

King Lobão tornou-se no primeiro pódio angolano num evento internacional e cada medalha que conquistou em Abu Dhabi, Londres, Milão, Lisboa, Rio ou Joanesburgo rendeu-lhe um artigo nos jornais locais. Sua experiência no exterior deu uma visão de como o jiu-jitsu na África deveria ser, e ele usou sua conexão nos negócios para começar a construir o modelo padrão para eventos na África.

“Como atleta, quero criar condições para que quem está começando não tenha os problemas que passei. É uma obra de grande vocação social, não pretendemos ganhar dinheiro ou ganhar apenas medalhas, queremos desenvolver essa prática para tornar essas crianças pessoas melhores e mais disciplinadas, para que os pais se envolvam nesse processo ”, diz Lobão em um jornal local.

Rio de Janeiro, Brasil

Acesso equitativo para todos

Em 2010, o Jiu-Jitsu foi declarado uma paixão nacional com Angola como o # 1 na indústria. A prova disso é que a cada ano eles têm mais campeões mundiais nas categorias juvenil e adulta.

Na Matilha BJJ, Lobão trabalha em estreita colaboração com pais e empresários para ajudar crianças a viajar para a África do Sul, Europa e Abu Dhabi para reivindicar títulos em grandes competições.

Em 2019, a Matilha BJJ conquistou 14 medalhas de ouro, 17 medalhas de prata e 5 medalhas de bronze no National Pro Angolano. Lobão também liderou 4 atletas em um reality show, Trust the Process, em que viajaram para 4 das principais competições da IBJJF pela Europa.

Walter "King Lobão" Faustino Studio 123

Studio123, uma de suas empresas, funciona como um intermediário para garantir parcerias e patrocinadores financeiros para esses tipos de investimentos na comunidade. O Studio123, fundado por Lobão, funciona como um intermediário para garantir parcerias e patrocinadores financeiros para esse tipo de investimento comunitário. Desde 2017, eles sediaram mais de 10 eventos e investiram em inúmeras iniciativas comunitárias que promovem a autodefesa e estilos de vida saudáveis. Apesar de seu sucesso, ele ainda enfatizou que, para uma mudança sustentável, é necessário que o governo assine. mas para mudanças sustentáveis, eles precisam que o governo entra na conversa..

“É muito mais do que um livro ou um curso. Quando falamos em estrutura, me refiro a iniciativas governamentais porque a ideia é fazer parte das federações para ajudar primeiro a mudar a mentalidade e a forma de trabalhar das associações e federações esportivas, para depois olharem os atletas de forma diferente .”

Os bloqueios da Covid e dos crescentes casos de agitação social que estão ganhando atenção internacional sem precedentes, mas King Lobão continua a ser um ícone positivo na comunidade. Ele pode ser visto nas redes sociais no início da manhã postando de seu escritório, ele hospeda BRAVUS 5k corridas semanais e você pode ver os grandes letreiros de Supremus Fight League (SFL), nova liga de MMA nas principais rodovias de Luanda.

SFL - Supremus Fight League

Acompanhe King Lobão e Jiu Jitsu Angola nas redes sociais.

Confira no Youtube do Jiu Jitsu Angola e confira sua videoteca de eventos em Angola!

Like? Share it with your friends
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin