Marielle Franco: Sem Justiça Sem Paz

Marielle Franco era uma conhecida ativista que cresceu na favela da Maré, no Rio de Janeiro. Ela foi uma das poucas que escapou das rachaduras nas estatísticas e ascendeu a uma posição de poder na política. Ela era a voz do seu povo e foi silenciada pelas próprias pessoas contra as quais se manifestou: a” polícia militar “.

Maré, como todas e qualquer favela do Rio, estava na mira de policiais corruptos, suas milícias clandestinas e traficantes. Projetos sociais e associações comunitárias trabalham juntos para mitigar os danos colaterais da maneira que puderem. Eles lutam por recursos como cestas básicas , material de limpeza e acesso a tutores e treinamento profissional.

Eles lutam para pegar crianças como Marielle e prepará-las para faculdade quando as escolas públicas falham. E são essas organizações que lutaram por ajuda financeira para colocar alunos como Marielle na faculdade.

Graças a uma bolsa educacional da comunidade de Maré, Marielle se formou em política. Após a formatura, entrou no cenário político com ferocidade, conseguindo um emprego com Marcelo Freixo. O trabalho envolveu a investigação de casos de massacres e execuções policiais, além de prestar apoio jurídico e psicológico às famílias. Ela não se desculpou em sua cruzada contra a corrupção na Polícia Militar do Rio. Ela lutou pela igualdade dos pobres do Rio e não tinha vergonha de se assumir lésbica, apesar das críticas de seus pares.

Em 14 de março de 2018 Marielle e seu motorista, Anderson Gomes, foram baleados e mortos por dois ex-policiais militares. Milhares de pessoas saíram às ruas em todo o Brasil para exigir justiça. Anos depois, o crime ainda está sob investigação.

O legado de Marielle Franco

O Instituto Marielle Franco é uma organização sem fins lucrativos, criada pela família de Marielle, com a missão de inspirar, conectar e empoderar mulheres negras, LGBTQIA+ e periféricas para que continuem movendo as estruturas da sociedade por um mundo mais justo e igualitário.

O instituto é uma organização independente e aberta, criada pela família de Marielle com 4 pilares centrais de atuação: lutar pela justiça, defender a memória, multiplicar o legado e regar as sementes de Marielle.

Você pode visitar o site deles e se inscrever para fazer uma doação única ou recorrente e se juntar ao grupo de pessoas que lutam para cultivar o impacto do Instituto Marielle Franco!

Like? Share it with your friends
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin